Triângulo

TrianguloMesmo sendo um dos símbolos geométricos mais simples e fundamentais, o triângulo abrange uma gama de significados. Ele é o símbolo da trindade dos deuses - Santíssima Trindade - nas culturas cristã, hindu, egípcia e babilônica e, por ser formado por três segmentos, o triângulo faz alusão também às tríades início, meio e fim e corpo, alma e espírito.

Triângulo Maçônico

O triângulo da maçonaria simboliza o desenvolvimento e amadurecimento espiritual sendo que sua base significa a duração e seus lados representam a luz e as trevas.

Para essa sociedade secreta, os triângulos têm o seguinte significado:

  • Triângulo Retângulo: simboliza o elemento água;
  • Triângulo Isósceles (dois lados iguais): simboliza o elemento fogo;
  • Triângulo Escaleno (três lados diferentes): simboliza o elemento ar.

O aprendiz da maçonaria é espiritualmente imperfeito. Saiba como em Pedra Bruta.

Triângulo e Alquimia

Na Alquimia, os quatro elementos são representados por triângulos equiláteros (com três lados iguais):

  • O triângulo que aponta para cima: simboliza o fogo;
  • O triângulo que aponta pra cima e que é cortado por uma linha horizontal: simboliza o ar;
  • O triângulo que aponta para baixo: simboliza a água;
  • O triângulo que aponta para baixo e que é cortado por uma linha horizontal: simboliza a terra.

Assim, os quatro símbolos dos elementos são combinados no Pentagrama, poderoso símbolo da Alquimia.

Triângulo Equilátero

Dependendo de sua posição, o triângulo equilátero pode simbolizar algo distinto, mas no geral simboliza a harmonia e a divindade. Assim, de acordo com as culturas antigas:

O triângulo equilátero para cima, além de simbolizar o elemento fogo, tal como mencionado acima, representa também o órgão sexual masculino. Para os Hititas, esse símbolo representava o Sol, a fertilidade e a saúde, enquanto que para os Maias, simbolizava a montanha sagrada na arte Pueblo.

Por outro lado, o triângulo equilátero para baixo simboliza o elemento água e a mulher, sendo que nas culturas romanas, gregas e indianas, representa o púbis ou órgão sexual feminino.

Em algumas culturas, dois triângulos equiláteros unidos pela base, simbolizam as fases crescente e minguante da lua, enquanto que dois triângulos equiláteros unidos pelas pontas representam a união do feminino e do masculino, tal qual representado no símbolo do Yin Yang.

Veja também a simbologia do Delta, letra grega que se assemelha a um triângulo, e o Valknut, símbolo nórdico formado por três triângulos.