Símbolo do Direito

Simbolo DireitoO símbolo do direito é representado por uma balança, objeto símbolo do julgamento, que por sua vez, aponta para o tema da justiça e do equilíbrio.

Balança

A balança é um objeto que indica o equilíbrio (retorno à unidade) e, por isso, é o símbolo que representa a justiça e o direito. Por esse motivo, Osíris, deus da morte e da vegetação, pesava a alma dos mortos (psicostasia) nesse objeto símbolo do julgamento, para assim, decidir o destino ultraterreno dos mortos. De um lado dos pratos da balança estava o coração do morto e de outro a pena de avestruz, que nesse caso, simbolizava a verdade e a justiça.

No cristianismo, a balança aparece em muitas sepulturas, além disso é o objeto segurado por São Miguel, o Arcanjo do julgamento, objeto destinado à pesar as boas e más ações na terra. Da mesma maneira, no Alcorão (livro sagrado do Islã), coloca-se pedras brancas e negras na balança, destinadas à conferir as boas e más pessoas.

Vale ressaltar que outros objetos fazem parte do rol de símbolos da justiça como o martelo, a espada e o trono. Assim, segundo o jurista alemão Rudolf von Ihering (1818-1892), “o direito não é mero pensamento, mas sim força viva. Por isso, a Justiça segura, numa das mãos, a balança, com a qual pesa o direito, e na outra a espada, com a qual o defende. A espada sem a balança é a força bruta, a balança sem a espada é a fraqueza do direito. Ambas se completam e o verdadeiro estado de direito só existe onde a força, com a qual a Justiça empunha a espada, usa a mesma destreza com que maneja a balança”.

Encontre aqui todos os Símbolos da Justiça.

Têmis

Deusa da justiça, das leis e da ordem, a Deusa Grega Têmis (Justitia para os Romanos), filha de Gaia (Terra) e Urano (Céu), é representada com os olhos vendados, carregando na mão esquerda uma balança símbolo da justiça e do equilíbrio e, por sua vez, na mão direita, segura uma espada, que simboliza a força, o poder. Dessa maneira, a Deusa Têmis proporciona a igualdade, a verdade e o equilíbrio da sociedade, lembrando que os olhos vendados da deusa simboliza sua imparcialidade, sabedoria e luz interior.

Importante destacar que a filha de Têmis e Zeus, Diké (Dice ou Astreia), é outra divindade grega associada às leis, uma vez que também carrega a balança e a espada - símbolos da justiça - porém, não possui os olhos vendados, como sua mãe, Têmis. Destarte, com os olhos abertos, a deusa da justiça e dos julgamentos busca a verdade para julgar os homens.

Conheça a origem do símbolo de direitos autorais em Copyright.