Mãe

Mae

A simbologia da mãe é extensa e significativa. A mãe representa origem, amor, proteção, alimentação, entre tantos outros.

A maternidade é o compromisso de ter um ser aos seus cuidados, por isso, é uma referência de responsabilidade, bem como de poder, pelo fato de a mãe ser capaz de dar origem à vida.

Símbolos da Maternidade

Seio

Uma vez que o leite materno é o primeiro alimento que a mãe oferece aos seus filhos, os seios simbolizam a maternidade, fecundidade e a proteção que a ela é inerente.

Deste modo, segundos as Escrituras, o repouso dos justos é o seio de Abraão , local onde não há mais sofrimento e sim, paz.

Mae

Joaninha

Numa associação à Virgem Maria, a joaninha simboliza a maternidade e a fertilidade, de modo que também é conhecida como “besouros de Nossa Senhora”, visto que segunda a lenda Nossa Senhora teria enviado joaninhas para proteger as plantações dos fazendeiros das pragas que as estavam destruindo.

Mae

Coruja

Muito embora a coruja esteja associada à morte e as trevas, essa ave também representa a sabedoria, bem como algumas divindades, tal como a Mãe Lakshmi, protetora das crianças para os hindus.

No Brasil, as mães dedicadas e amorosas são chamadas de “mãe coruja”. O termo teria surgido a partir da fábula de La Fontaine chamada “A Coruja e a Águia” cuja moral da história revela que o amor incondicional da mãe ultrapassa os limites da imperfeição dos seus filhos.

Deusas

Existem inúmeras referências às mães desde a Antiguidade, época em que a Terra era adorada como a grande deusa mãe.

Deusa Mãe

É muitas vezes associada à Mãe Terra (origem de todas as coisas), dá origem à vida, à natureza, ao universo em geral, em todos os aspectos: agricultura, cultura. Cibele - deusa da terra ou da natureza e da fecundidade é esposa de Saturno e mãe de Júpiter, Juno, Neptuno e Plutão (deuses dos 4 elementos). Era adorada em Roma e era representada por uma pedra, cuja lenda diz que teria sido lançada do céu.

Mae

Mãe Tríplice

Representada pelas três fases da lua - um círculo ou a lua cheia com uma lua crescente em cada lado, simboliza os três estados da vida de uma mulher: virgem, mãe e anciã. Para os hindus, a mãe tríplice é a deusa Kali, que representam criação, preservação e destruição.

Ísis

É a deusa egípcia do amor. Correntemente apresentada amamentando o seu filho, Ísis representa a fertilidade e o amor materno e protege a todos, especialmente os oprimidos.

Símbolos de Nascimento

Água

É um dos símbolos universais do nascimento, da origem. A água representa o princípio feminino e o útero e é também chamada de “mâtrimâh”, que significa “a mais materna”.

Mar

Tal como a água representa o nascimento, o mar também é uma de suas representações. Em oposição, a terra simboliza a morte, uma vez que nascemos na água e quando morremos somos enterrados.

Mae

Cegonha

Pelo fato de a cegonha ser uma ave dedicada à família e ser monogâmica, é um símbolo de fertilidade e de nascimento. Algumas culturas ensinam às crianças que os bebês são trazidos pela cegonha.

Guardiões do Parto

O pedido de proteção sempre foi frequente tendo em conta o desafio do ato de dar à luz. Citamos alguns santos e deuses guardiões do parto.

Santa Ana - A mãe da Virgem Maria é, para os católicos, a santa da gravidez e do parto.

Santo Gerard Majella - Santo padroeiro da gravidez e das grávidas, para os católicos.

Frigg - Deusa da maternidade e padroeira do parto, para os nórdicos.

Ixchel - Deusa da gravidez e do parto, para os maias.

Tawaret - protetora do parto, é uma divindade do Antigo Egito que tem uma parte do corpo como um hipopótamo. Por ser agressiva, a deusa era inicialmente conhecida como a divindade das coisas temidas pelo homem, todavia, o seu comportamento era apenas uma forma de proteger as suas crias.

Tatuagem

Há muitas pessoas que utilizam a arte da tatuagem como uma forma de homenagem tanto destinada às mães como aos seus próprios filhos.

No que respeita às tatuagens das mães para os filhos as mais comuns são as mais simples como datas de nascimento, nomes com corações, joaninhas ou com imagens ou símbolos que representem o nome. Há quem prefira as mais elaboradas como um desenho pormenorizado ou a imagem do rosto dos filhos pequenos.

Quem quer homenagear a mãe pode tatuar simplesmente a palavra mãe, o nome da sua genitora, sendo também bastante comum o símbolo do infinito, numa simbologia ao infinito amor de mãe.