Grilo

Grilo

O grilo é primordialmente um símbolo de sorte, de modo que é tão bom recebê-los em casa como tê-los guardados em uma caixinha como se de um amuleto se tratasse.

A propagação da simbologia da felicidade e da fortuna é herança especialmente da cultura chinesa que tanto valorizou esse inseto que fez propagar tudo o que ele representa entre várias localidades do mundo.

Embora haja muitas perguntas com relação a cor desse inseto, sua simbologia independe dessa característica.

Cantando Dentro de Casa ou no Quarto

Em decorrência do sentido que carrega consigo, a presença de um grilo dentro de casa é sinal de bom agouro.

Na China

Na China, os grilos são bastante apreciados, o que decorre do seu canto, da sua vitalidade, bem como do seu ciclo de vida (ovo, ninfa - nome dado aos filhotes - e adulto), por isso o grilo representa o ciclo de vida humana (vida, morte e ressurreição).

Os chineses costumavam manter os grilos, como animais de estimação, em gaiolas com o intuito de que eles trouxessem sorte e virtude para aquele lar.

As gaiolas eram colocadas próximas às janelas de forma que o seu tão apreciado canto fosse propagado e inclusivamente mais desfrutado.

Na China, eram, ainda, realizadas brigas de grilo tal como as mais conhecidas brigas de galos.

Benção para Fertilidade

Pelo fato de serem capazes de deitar centenas de ovos, as pessoas abençoavam amigos na esperança que eles tivessem a felicidade de terem muitos filhos, tal como os grilos.

Na Poesia

Pelo fato de cantarem no outono e morrerem no início do inverno, a poesia utiliza-os numa conotação à solidão, à tristeza e dele se refere como se o destino dos humanos fosse o seu próprio destino.