Número 2

Numero 2

O número 2 (dois), o primeiro número que pode ser dividido, significa dualidade e, logo, diversidade, de acordo com a numerologia pitagórica.

Para o filósofo e matemático Pitágoras, o dia dois do segundo mês carregava uma simbologia ruim. Isso porque era dedicado a Plutão, que é o deus do Inferno na mitologia romana.

Segundo o Taoismo, porém, ele é representativo da cooperação e do equilíbrio. E é o número da sorte para os chineses.

A particularidade do que é duplo pode ser encontrada em diversas coisas. São exemplos: bem e mal, claro e escuro, criador e criatura, dia e noite, Sol e Lua, Deus e diabo, esquerda e direita, masculino e feminino, matéria e espírito.

Importa referir que Cristo também apresenta dois aspectos: é divino e humano.

O símbolo maçônico do mosaico representa os princípios entre o bem e o mal.

Na medida em que esse número pode indicar oposição, pode também ser complementar. Exemplo disso são os dois polos chineses Yin Yang, que a partir da sua união de energias opostas complementam-se.

Imagens pares, tais como a de leões guardiões usados em entradas de templos, reforçam o seu valor de proteção. Todavia, a separação de ambos enfraquecem seu significado simbólico.

Os símbolos adquiriram um forte simbolismo na antiguidade. Eles tinham poderes e, de acordo com Platão, para estudá-los era necessário ter um conhecimento elevado.

Enquanto o número dois significa diversidade, o número 1 significa unidade e o número 3 significa perfeição.