Número 10

Número 10

O número 10 (dez) representa ausência, mas também completude, perfeição, totalidade. Isso porque ele é composto pelos números 1 e 0, de modo que é o primeiro número que é interpretado em conjunto.

Dizem que sozinho não carrega um simbolismo próprio, daí o fato de refletir ausência. Por outro lado, a perfeição e completude encerram a ideia de que o número 10 compreende todo o simbolismo da numerologia pitagórica, do 1 ao 9, cuja soma é justamente 10.

Curiosamente, a soma dos quatro primeiros números (1 + 2 + 3 + 4) resulta, da mesma forma, no número 10.

Para o filósofo e matemático grego Pitágoras, a dezena representa o sagrado. No número 10, Pitágoras enxerga a criação do Universo, por isso, tem um grande respeito pelo mesmo.

Pitágoras representou o número 10 através de um triângulo formado por dez pontos. Na primeira linha há um único ponto, na segunda, dois pontos, na terceira, três, e na quarta, quatro. Deu a esse triângulo o nome de Tetraktys.

Tetraktys

Cada ponto da base do Tetraktys carrega o importante significado dos respectivos números:

  • Um - divino, o princípio de tudo;
  • Dois - dualidade: divino e humano, bem e mal, entre outros;
  • Três - físico, psíquico e espiritual;
  • Quatro - quatro elementos, quatro pontos cardeais.

O número 10 serve de base para muitos sistemas de contagem. Ele representa um ciclo. Nesse sentido, ele tem também o significado de começo, fim e recomeço.

Para os chineses, o número 10 significa dualidade. Na China, o número 5 representa totalidade, logo, a sua duplicação representa o caráter daquilo que é duplo.

O número 10 é representativo na Bíblia. São 10 os mandamentos, por exemplo, os quais se resumem em um só conjunto de leis.