Estrela de Davi

A Estrela de Davi ou a Estrela de 6 pontas (hexagrama), conhecida também como o “Escudo de Davi”, corresponde ao símbolo popular do Judaísmo, formada por dois triângulos equiláteros sobrepostos que simbolizam a proteção, a união do feminino e do masculino, a união dos opostos bem como a ligação entre o céu e a terra.

Significados e Simbologias da Estrela de Davi

estrela-de-davi-1_xl.jpeg

Símbolo muito antigo a Estrela de Davi ou o Hexagrama é usada em muitas crenças, religiões e culturas e muitas vezes simboliza o poder e a proteção divina. Desde 5.000 anos a.C o símbolo denominado a “Estrela de Davi” ou a “Estrela dos judeus”, aparece na arte suméria, bizantina, fenícia; na cultura Maia, romana, europeia (Itália, Vaticano, Romênia, Turquia) e, ainda, no Tibete, no Líbano, no Islã, na Mongólia, na Arábia, no Egito, em Marrocos.

No Cristianismo é identificada como símbolo do próprio Messias, Jesus Cristo, e está presente na bandeira de Israel, representando o “Escudo de Davi” sendo que o nome nome Estrela de Davi vem do hebraico “Magen Davi” que significa o "Escudo de Davi". No Hinduísmo, é um símbolo muito importante uma vez que cada ângulo estrela representa um deus da trindade hindu: Brahma, Vishnu e Shiva, que simbolizam, respectivamente, o Criador, Preservador e Destruidor.

Predominante na Maçonaria, a estrela de seis pontas é vista como um símbolo de proteção encontrada em muitos templos e escrituras; representa também o equilíbrio e a harmonia pela união dos elementos masculino (linga) e feminino (yoni) e da energia passiva e ativa, que pode ser comparado com os princípio do símbolo Yin e Yang. Vale lembrar que, por possuir, em sua maior parte, caráter religioso, encontramos a estrela de Davi em muitos templos, basílicas, catedrais, sinagogas, igrejas, túmulos; nas religiões de Santo Daime, na Umbanda, na Wicca, na cabala, no budismo e no xintoísmo.

Selo de Salomão

O Selo de Salomão (hexagrama) é uma estrela de seis pontas com um círculo em volta, formado pela união de dois triângulos entrelaçados (enquanto na Estrela de Davi os triângulos estão sobrepostos) que simbolizam a alma humana e a evolução, sendo que cada um simboliza um elemento: o fogo e a água. No islamismo, diz a lenda que o “Selo de Salomão” foi utilizado por ele como forma de afastar os maus espíritos, simbolizando, nesse caso, a proteção divina.

Por outro lado, o Selo de Salomão é considerado um selo ocultista, usado na bruxaria, magia negra, alquimia, feitiçaria, astrologia. Portanto, muitas vezes, representa um símbolo maligno do Satanás, visto que é utilizado para evocar espíritos demoníacos nos rituais de magia. Mesmo os feiticeiros utilizam o símbolo para conjurar demônios, lançar encantamentos e maldições ou afastar os maus espíritos.

Ver também simbologia de Estrela.