Símbolos das Olimpíadas

A bandeira olímpica é o principal símbolo das olimpíadas da era moderna. Ela é composta por um conjunto de anéis com o mesmo tamanho, cada qual com uma cor e que se apresentam entrelaçados numa bandeira de cor branca.

O conjunto de anéis representa os continentes unidos pelo esporte. A bandeira foi criada pelo francês Pierre de Frédy (1863-1937).

Simbolo Das Olimpiadas

Assim, da esquerda para a direita, de cima para baixo, os anéis são:

  • Azul - Europa
  • Preto - África
  • Vermelho - América
  • Amarelo - Ásia
  • Verde - Oceania

A escolha das cores decorre da frequência com que elas constam das bandeiras nacionais de cada continente.

Olimpíadas do Rio 2016

Simbolo Das Olimpiadas

O Símbolo das Olimpíadas 2016, no Brasil, é uma imagem representativa do Pão de Açúcar formada por três pessoas de mãos dadas. No desenho com contornos modernos, destacam-se as cores verde, amarelo e azul, as quais simbolizam o nosso país.

Tocha Olímpica

Simbolo Das Olimpiadas

Além da bandeira, outro elemento que remete aos jogos olímpicos é a tocha.

Sua origem teve lugar nas corridas de revezamento. Ao anoitecer, os corredores usavam tochas para iluminar o caminho. No final, a equipe que vencia a prova usava o fogo das tochas para acender fogueiras para homenagear Zeus.

Importa referir que além de ser uma forma de treinamento para a guerra, os esportes (e, logo, os jogos olímpicos) eram realizados em honra a Zeus.

A tocha olímpica é acesa em Olímpia, cidade grega onde se realizavam os jogos olímpicos que tiveram início em 776 a.C. Ela é levada por atletas que se revezam até ao país-sede das Olimpíadas do respectivo ano.

Durante a realização do evento, a tocha permanece acesa, carregando a simbologia de chama eterna. Essa chama tem um significado internacional e representa um objetivo.

No caso das Olimpíadas, representa a razão e a paz. Isso porque, na Grécia Antiga, a sua realização interrompia qualquer tipo de guerra. Era vivido um período de paz.

Hino Olímpico

Com origem na Grécia Antiga, esse evento esportivo tem, ainda, o Hino Olímpico, música composta pelo grego Spiro Samara.

Em 1958, o hino passou a ser utilizado nas cerimônias de abertura e de encerramento dos jogos.

“Oh! Arcaico espírito imortal, imaculado
Pai da beleza, da grandeza e da veracidade
Desça, se faça presente e faça brilhar aqui e
Mais além, na Glória de sua Terra e Céu

Na corrida, na luta e no arremesso, faça
brilhar o ímpeto das nobres competições
Modelando com aço e dignidade o corpo
Coroando-o com a imperecível rama do louro

Campos, montanhas e mares se vão contigo
Tal como um alvirrubro magno templo
Para o qual se conduz aqui como seu peregrino
Oh, arcaico espírito imortal, cada nação.”

Lema

As Olimpíadas têm como lema "Citius, Altius, Fortius", o mesmo que “mais rápido, mais alto, mais forte”, em português.

Assim como a bandeira, o lema também foi criado por um francês, Louis Henri Didon (1840-1900), e expressa a vontade de chegar mais longe, ou seja, simboliza superação.

Mascote

A cada realização da competição, é criado um mascote, o qual é considerado um emblema dos jogos. Este deve ser aprovado pelo Comitê Olímpico.

São dois os mascotes dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Chamam-se Vinícius e Tom em homenagem às personalidades brasileiras Vinícius de Moraes e Tom Jobim.

Simbolo Das Olimpiadas

Vinícus é uma combinação de animais presentes na fauna brasileira. Ele faz dupla com Tom, o mascote dos Jogos Paralímpicos 2016.

Tom, por sua vez, é uma combinação de plantas presentes na flora brasileira.

Leia Coroa e conheça o símbolo da vitória que era recebido pelos vencedores dos jogos olímpicos.