Água

A água simboliza a origem da vida, a fecundidade, a fertilidade, a transformação, a purificação, a força, a limpeza. Elemento primordial, ela é considerada o ponto de partida para o surgimento da vida, ou seja, a origem e o veículo de toda vida; daí sua simbologia estar ligada à "Matrix" - mãe e ao Prana, o sopro vital nas alegorias tântricas.

agua-1_xl.jpg

Simbologias da Água

Em muitas religiões, a água simboliza purificação e a cura. Basta notar, por exemplo, na religião católica, a "água benta", (benzida por um mensageiro divino) ou no batismo, onde a água representa o elemento principal de limpeza espiritual, de benção, jorrada sobre a cabeça do recém-nascido para "lavar" os pecados. Isso demostra a simbologia da água e seu valor associado ao poder sagrado e sacralizante. No antigo testamento, a água representava um símbolo de vida enquanto no novo testamento ela passa a simbolizar o espírito, a vida espiritual.

No hinduísmo, a água serve para a limpeza e purificação das imagens rituais do divino e dos fiéis. Esse ritual acontece no dia do ano novo simbolizando a regeneração. No Taoismo a água é um elemento associado ao feminino, portanto Yin e simboliza a sabedoria, as virtudes; enquanto o fogo é o elemento masculino, Yang. No folclore judaico, no momento da criação do mundo, Deus dividiu as águas em inferiores e superiores para distinguir o feminino do masculino, a segurança da insegurança.

Na Mitologia Egípcia, "Num", o mais antigo Deus Egípcio, simbolizava a água, de onde emergiu a criação sendo suas qualidades: a turbulência, a escuridão e a falta de limites. Nesse sentido, vale ressaltar que a água simboliza também a morte, as calamidades, devastações, passando, dessa forma, de poder divino para um poder maléfico. Na Bíblia encontra-se muitas passagens em que a água é o elemento que simboliza a devastação, a recriação e não mais a criação.

Na Alquimia, a água é o segundo dos quatro elementos, depois da terra, e simboliza a purificação. Está associada ao metal estanho, ao banho e ao batismo, uma vez que nos textos da alquimia está relacionada a operação da Solutio. Enquanto um dos quatro elementos, é um símbolo do sentimento uma vez que as emoções também se encontram representadas na água. As ondas do mar correspondem ao movimento dessa emoção.

A água é também um símbolo do Gênese, do nascimento, e para os Vedas é chamada de "mâtrimâh", que significa "a mais materna". Nos mitos dos heróis ela está sempre associada ao seu nascimento ou renascimento. Mitra, por exemplo, nasceu às margens de um rio, enquanto que Cristo "renasceu" no Rio Jordão. Dessa forma, ela sempre nos reporta à origem das coisas, do mundo, dos seres.

Não obstante, "Prahmanda", o "Ovo do Mundo" foi chocado na água e dele surgiu toda a criação. Na arte, a água pode simbolizar o inconsciente, sendo que o ato de entrar na água e dela sair, possui uma analogia com o ato de mergulhar no inconsciente; enquanto que ser lançado à água é similar a ser entregue ao seu próprio destino. Além disso, para os vietnamitas do sul, a água tem simbologia regeneradora visto que está associado à poção de imortalidade.

A Água e os Sonhos

Sonhos em que o ego onírico guarda a água suja em seu quarto, simbolizam aceitação por parte do ego, dos aspectos obscuros de sua personalidade, de sua sombra. Caso o sonhador se veja tomando um banho, essa imagem está associada a penetração da compreensão sendo que a temperatura da água pode nos dizer sobre a quantidade de "calor" que acompanha este processo.